A demanda por imóveis com mais vagas de garagem ou de estacionamento para veículos tende a crescer, especialmente nas grandes cidades cujos trânsitos estão cada vez mais caóticos e estacionar veículos tem se tornado cada vez mais complicado.

Até quem busca apartamentos pequenos, de 2 quartos, o deseja com 2 vagas de garagem, mesmo aqueles que só possuem um carro, pois isso lhes possibilitará receber melhor as suas visitas.

Apartamentos grandes, de 4 quartos, com menos de 3 vagas tendem a se tornar obsoletos, porque as famílias de classe média alta que demandam esse tipo de imóvel, geralmente possuem 3 ou mais veículos.

Uma garagem pode valer mais do que um quarto. Basta compararmos o valor de mercado e a liquidez de um apartamento de 4 quartos e 1 garagem com outro de 3 quartos e 2 vagas, por exemplo.

Aliás, pesquisas indicam que uma garagem a mais valoriza um imóvel entre 10% e 20%. Essa variação decorre principalmente em razão da demanda existente na região e do padrão do imóvel. Os mais sofisticados tendem a alcançar os percentuais mais elevados dessa pesquisa e assim as suas garagens são as mais caras, obviamente, porque as famílias mais abastadas são as que possuem melhores condições financeiras para pagar por esse conforto.

Essa tendência também ocorre de forma importante com os imóveis não-residenciais, especialmente os destinados a atividades de varejo, como farmácias, delicatessens e consultórios médicos, cujo estacionamento para clientes é vital para a existência do negócio.

Conheça nossa área de membros, inscreva-se e receba conteúdos exclusivos veja: https://fredericomendonca.com.br/area-de-membros/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *